You are here

MULHER TRANSMITE A SI MESMA AO VIVO SENDO ESTUPRADA NA PISTA DE DANÇA DO POPULAR CLUBE EDM

Fonte: yourEDM.com

 

A Opera Nightclub, em Atlanta, está sob investigação depois que uma mulher supostamente foi estuprada na pista de dança do clube e ninguém ofereceu ajuda. O incidente aconteceu no sábado, 19 de janeiro, quando o rapper de Nova Orleans August Alsina estava se apresentando.

 

A mulher, que tornou os vídeos públicos, foi identificada como Jasmine Eiland. Ela estava transmitindo ao vivo em seu Facebook durante toda a noite, de acordo com posts públicos, durante os quais ela foi abordada por um estranho. O homem perguntou se ela estava sozinha, ao que ela respondeu que sim. O homem saiu da tela e depois voltou com uma bebida para Eiland - a julgar pelo comportamento dela no decorrer da noite, acredita-se que a bebida tinha sido misturada com alguma droga ilícita. Nenhum relatório de toxicologia foi emitido para confirmar essa suspeita.

Múltiplas transmissões ao vivo separadas foram postadas durante a noite, incluindo um dos supostos estupros, que desde então foram apagados e entregues à polícia como prova. Eiland postou outro vídeo abordando a cobertura da mídia e os rumores em torno do incidente.

De acordo com  Ravers Choice , que assistiu ao vídeo antes de ser removido, “ela pode ser vista na pista de dança, com os seios para fora, e o mesmo homem que pegou uma bebida para ela está penetrando por trás dela enquanto ela está gritando. "Ajude-me, por favor, Deus, alguém faça alguma coisa" com lágrimas escorrendo pelo rosto.

O Opera Nightclub postou a seguinte declaração mais cedo hoje:

 

 

"Neste momento, nos reunimos com o Departamento de Polícia de Atlanta e fornecemos tudo o que eles solicitaram. Continuaremos a ajudar e apoiar sua investigação de qualquer maneira que pudermos.

Fomos solicitados a adiar qualquer outra pergunta à Unidade de Assuntos Públicos do Departamento de Polícia de Atlanta.

- Opera Atlanta Management"

 

Esta não é a primeira vez que o Opera tem sido notícia nos últimos meses. No final do ano passado, o pessoal da Opera foi acusado de extorquir clientes que já pagaram por ingressos para um show, exigindo mais de 100 dólares além do que eles já pagaram por um ingresso para entrar. A diretora de marketing da Opera Atlanta, Alexandra Trawick, entrou em contato com a EDM.com para explicar que a equipe infratora havia sido trocada e que o comportamento não "refletia seus princípios".

O fato de que nenhuma segurança ou equipe foi capaz de ver um suposto estupro em andamento, ou que estavam de certa forma “ocupados” ou incapaz de ajudar, também não é bom.

 

Estaremos atentos a essa situação à medida que mais informações estiverem disponíveis.

 

Foto: Chucky Foto

 

Rubric: 
X